3 dicas para construir um ambiente de trabalho saudável e seguro




Criar um ambiente de trabalho saudável é uma necessidade evidente para empresas que desejam reter e motivar os seus colaboradores. Ao estruturar e aplicar estratégias pensando em um dia a dia mais agradável, seguro e feliz, tanto empresa como funcionários saem ganhando.


Os motivos são muitos e incontestáveis: estudos recentes apontam que colaboradores felizes são até 12% mais produtivos, vendem até 27% mais e são até 3 vezes mais criativos.


Existem várias maneiras de se promover um dia a dia mais saudável. Se você busca resultados semelhantes na sua empresa, precisa olhar com atenção para as rotinas da companhia. É hora de repensar processos, decisões e benefícios, formatando uma cultura que promova a satisfação enquanto incentiva a proatividade da equipe.



Qual é a importância de um ambiente de trabalho saudável e seguro?



Não é nenhuma surpresa afirmar que um ambiente de trabalho saudável e seguro é importante para a empresa e para os funcionários. De um lado, temos colaboradores mais motivados, engajados, produtivos e felizes. Tudo isso é consequência da sensação de segurança, equilíbrio e bem-estar proporcionada pelo local de trabalho no qual estão inseridos.


Trata-se, portanto, de um esforço deliberado e contínuo para promover políticas e estratégias que priorizem o conforto — físico, relacionado à infraestrutura da empresa, e mental, no que diz respeito principalmente ao suporte emocional — da equipe, valorizando a qualidade das relações interpessoais sem descuidar das necessidades individuais.


O desafio, então, é melhorar o ambiente de trabalho de modo focado e sistemático, de olho nas necessidades do time e nas possibilidades da companhia.



Como promover um ambiente de trabalho saudável?


1. Cuide do clima organizacional


O clima organizacional é o grande guarda-chuva aqui, pois se trata de um indicador com o objetivo de medir a satisfação e percepção dos colaboradores em relação ao ambiente de trabalho no qual estão inseridos. Assim, você consegue mensurar o estado de ânimo individual e geral dos funcionários.


A boa comunicação é fundamental em um ambiente de trabalho saudável, e é fácil entender os motivos.


Pense, por exemplo, na necessidade de avisar aos funcionários que alguns ajustes na operação estão programados para o segundo semestre do ano. Um discurso vago, sem profundidade, pode suscitar interpretações equivocadas: é provável que muitos comecem a pensar (e a divulgar para os colegas) que haverá demissões em massa.


Da mesma forma, imagine que houve um conflito de ideias entre dois analistas de um mesmo setor. Sem a comunicação adequada, as desavenças podem impactar negativamente os processos da área e, assim, prejudicar o desempenho individual e coletivo.


Investir na comunicação interna é, sem dúvida, uma prioridade. Certifique-se de manter um canal transparente, em que o fluxo de informações seja ágil e claro, alicerçando um ambiente cada vez mais saudável.


2. Ofereça uma infraestrutura adequada


O espaço físico precisa se adaptar às necessidades da equipe. Para profissionais que passam a jornada à frente do computador, por exemplo, a ergonomia dos recursos deve ser avaliada regularmente. Cadeiras confortáveis e mesas na altura correta fazem toda a diferença no bem-estar e na produtividade da equipe.


Na fábrica, por sua vez, a segurança do trabalho deve vir em primeiro lugar. As máquinas precisam passar por manutenções preventivas e regulares e, para os operadores, é essencial disponibilizar os EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) adequados.


Afinal, zelar pela integridade do espaço físico é zelar por um ambiente de trabalho saudável e seguro.



3. Crie uma cultura de feedback


Ainda negligenciada em alguns contextos, a cultura de feedback é uma grande aliada de quem a utiliza da maneira correta. É uma maneira de promover o reconhecimento adequado para quem executa um bom trabalho e criar um diálogo mais constante entre líderes e liderados.


É interessante que a empresa crie ciclos de feedback periódicos para criar a cultura e incentivar as pessoas a realizarem essa troca de elogios e críticas. Além disso, é por meio dos feedbacks que os profissionais entendem o que precisam melhorar e o que já estão fazendo muito bem. Sem isso, podem se sentir perdidos e desnorteados em relação ao seu próprio desempenho.

19 visualizações0 comentário