5 dicas para quem deseja trocar de carreira aos 40 anos



Todos sabemos que a expectativa de vida para nós, brasileiros, está cada dia maior. Com isso, o desejo de mudar de carreira mesmo depois depois de uma certa idade, não se torna mais algo estranho para a maioria das pessoas.


Hoje em dia, as pessoas não buscam tanto apenas a tão sonhada estabilidade e um bom salário no fim do mês.


A maioria preza pelo seu bem-estar, liberdade, saúde física e emocional e entre outras coisas. Isso promove uma grande vontade de mudar de profissão, mesmo se o indivíduo possui um bom cargo em uma grande empresa, por exemplo.


Mas, claro, mudar de carreira depois dos 40 anos, por mais que possa parecer comum nos dias de hoje, não é uma tarefa fácil. Veja a seguir algumas dicas para planejar uma mudança de carreira da melhor forma possível.



1. Estude algo novo ou revisite o que já aprendeu


A cada dia que passa vamos vivendo situações que nos trazem novas experiências, somos mais maduros, seguros de si e menos impulsivos, características que são importantes para o começo de uma carreira.


Uma boa forma de mudar de carreira sem desperdiçar totalmente a sua experiência é fazer isso por meio de uma pós-graduação ou de uma especialização na área em que você quer atuar.



2. Coloque o networking em dia


Para que esse movimento seja bem sucedido, também é importante ativar o networking. Resgate os contatos profissionais e acadêmicos que já passaram pela sua vida.


Entre em contato com ex-colegas de trabalho e também de escola ou faculdade. Se algum deles estiver na área em que você quer atuar, melhor ainda. A ideia é que todos saibam desse seu movimento de carreira para que lembrem de você se souberem de alguma oportunidade.


3. Analise suas habilidades e interesses


Outro passo importante para escolher uma nova carreira é analisar o que você faz bem e o que gosta de fazer. Com base nisso, você pode escolher um curso para se aprimorar ou começar a estudar sozinho, se você tiver perfil autodidata.


Essa capacidade de aprender por conta própria, aliás, é muito bem vista e muito valorizada pelas empresas atualmente.


4. Planeje-se


Estamos falando de uma mudança que vai mexer não só com a sua vida, mas com todos que de alguma forma estão ligados a você. Isso não deve te prender, mas deve te fazer pensar.


Compare as atribuições, faças as contas, liste os prós e contras, converse com pessoas que confia e analise cada ponto antes de bater o martelo, isso lhe trará segurança em todas as novas decisões, sejam elas quais forem.


5. Pense fora da caixa


Uma boa forma de dar pequenos passos em direção à sua nova carreira sem se arriscar demais é oferecendo seus serviços de forma pontual. Você quer fazer consultoria mas não tem experiência nisso? Comece pequeno, com pequenos clientes ou até com um trabalho voluntário.


Se for possível permanecer no seu emprego atual por um tempo e levar as duas atividades paralelamente, melhor ainda. O risco financeiro é menor e isso ajuda a reduzir a pressão e o estresse envolvido em uma mudança de carreira.


Por fim, vale lembrar que nenhuma mudança de carreira é fácil. Você precisa de coragem para começar, consciência para entender que o começo pode ser complicado e, claro, perseverança para acreditar que se essa mudança for o melhor para você, tudo tende a dar certo.

59 visualizações0 comentário