5 maiores desafios do mercado de trabalho para quem está começando, e como superá-los



O começo de carreira costuma vir acompanhado de muito frio na barriga. Mas não é preciso ter medo de entrar no mercado de trabalho.


Apesar de não ser nada fácil, se você souber se preparar, dá para encarar os desafios de cabeça erguida.


Veja a seguir quais são eles e como não deixá-los atrapalharem o seu caminho!



1. Escolha da profissão


Esta costuma ser a primeira grande questão. A maioria das pessoas não sabe qual profissão escolher e essa indecisão pode acabar adiando a entrada dos jovens no mercado de trabalho.


Afinal, o que se deve levar em conta na hora de escolher uma carreira?

Pensar sobre os seus gostos, interesses e habilidades ajuda bastante. Além disso, você também precisa refletir sobre o que espera do seu dia a dia profissional.


Então, a partir disso, dá para ir diminuindo a quantidade de opções.


2. Falta de experiência


Ter experiência profissional na área está quase sempre entre os principais requisitos das vagas de trabalho.


Se é assim, como conseguir o primeiro emprego sem ter experiência?


Você vai precisar encontrar outras formas de mostrar que merece ser contratado. Fazer trabalhos voluntários, projetos na faculdade e cursos livres relacionados à área de atuação são algumas das ideias.


É muito importante correr atrás de oportunidades e estar sempre em busca de mais conhecimento útil para a profissão.


3. Desemprego em alta


Em tempos de crise econômica, entrar no mercado de trabalho é uma tarefa complicada para quem está no início da carreira.


Isso porque a oferta de trabalho cai e a procura aumenta. Em resumo, muitos acabam ficando desempregados, fazendo a disputa pelas vagas ser ainda maior.


Nesse cenário, mais do que nunca, é preciso se diferenciar para conquistar um espaço no mercado.


Portanto, não pare de investir em qualificação profissional.


4. Estudar e trabalhar ao mesmo tempo


Seja para conseguir pagar a graduação, adquirir experiência ou os dois, conciliar estudo e trabalho faz parte da realidade de grande parte dos brasileiros.


Isso significa ter que ralar muito durante os anos de faculdade.


E obviamente demanda um alto nível de organização para dar conta do trabalho, das aulas e tarefas do curso. Mais do que isso, também é preciso cuidar da vida pessoal e ter tempo para descansar.


Não é fácil, mas todo esse esforço colabora para o amadurecimento e desenvolvimento das pessoas.


5. Não ter as expectativas atendidas


É quase inevitável não criar expectativas para a carreira. A gente se imagina tendo uma função específica, trabalhando em certa empresa, como vai ser o dia a dia etc.


O problema é que nem sempre as expectativas estão alinhadas à realidade do mercado de trabalho.


Por isso, outro desafio comum no começo da vida profissional é aprender a lidar com a frustração.


Como derrubar esses obstáculos


Para não deixar que eles se tornem pedras no seu caminho, vale a pena entender quais são os passos que você precisa seguir.

Dê uma olhada:


Conheça a realidade do mercado de trabalho


Ficar ligado em quais são as maiores dificuldades, tanto dessa etapa da carreira quanto do momento atual, é fundamental.


A partir disso, você consegue se preparar para enfrentar a realidade.


De forma geral, as dificuldades que a vida apresenta fazem a gente crescer e chegar ainda mais longe.


Portanto, em vez de ter medo, você deve aprender a lidar com elas de um jeito positivo.


Prepare um bom currículo


Preencher o currículo é uma tarefa complicada para quem ainda está começando.


Se você não tem experiência profissional, dê destaque para outros pontos relevante para a profissão. Por exemplo, a sua formação acadêmica, projetos dos quais participou, trabalhos voluntários, entre outros.


Faça um documento estruturado, sem erros de português e com uma formação bem feita. Além disso, nada de encher linguiça.


Não se esqueça de que os recrutadores precisam analisar muitos currículos para cada vaga. Sendo assim, precisam bater o olho e encontrar as informações mais importantes.


Trabalhe o autoconhecimento


Já fez o exercício de olhar para si mesmo? Tentar se conhecer melhor, identificando seus pontos fortes e pontos fracos ajuda você a encontrar a direção certa.


Afinal, fica mais fácil descobrir seus objetivos profissionais, o que você valoriza na carreira e onde esperar chegar.


Mais do que ajudar a escolher a carreira que tenha a sua cara, o autoconhecimento faz suas expectativas ficarem mais próximas da realidade.


Entenda seus diferenciais


Quando você se conhece melhor, é possível descobrir seus principais diferenciais. Ou seja, o que faz você se destacar dos concorrentes.


Principalmente se as taxas de desemprego estiverem altas, esse ponto vai ser essencial.

Não é sobre se gabar, mas sobre reconhecer seu potencial, trabalhando a autoconfiança.


Um aprendizado importante para quem quer se tornar um profissional de sucesso.


Faça networking


Networking nada mais é do que o esforço para criar uma rede de contatos relevantes para a sua profissão.


Com essa prática, você consegue trocar conhecimentos e experiências na área. Mas não é só isso.


Essa rede de contatos profissionais também funciona como uma chave para abrir portas no mercado de trabalho. Isso porque muitas vagas nem chegam a ser anunciadas, pois só são preenchidas por indicação.


Controle a ansiedade


Estando empregado ou não, a ansiedade pode sempre atrapalhar o seu desenvolvimento.


Por isso, é necessário se cuidar sempre, sem esquecer de que não se pode ter controle sobre as situações. Portanto, foque no que está ao seu alcance.


Uma forma de diminuir a ansiedade no início da carreira é traçar metas. Assim, você acompanha a sua evolução e identifica o que precisa melhorar para atingir seus objetivos.


Entre com tudo no mercado de trabalho


Embora não exista uma receita pronta do sucesso, essas dicas vão ajudar você a dar os primeiros passos no mercado de trabalho com a segurança necessária.

Com certeza, um futuro incrível espera por você!

53 visualizações0 comentário