Como se dar bem no trabalho? 5 passos para se destacar na empresa



Proatividade, resiliência, empatia, maestria em se relacionar com os outros. Essas são apenas algumas das soft skills que podem levar você a ser o protagonista da sua própria história e, mais do que isso, da trajetória da empresa onde você trabalha. Claro que a organização e sua cultura influenciam na sua autonomia para atuar na rotina de trabalho, mas a sua autonomia para assumir o controle da evolução da sua carreira está nas suas próprias mãos. Um dos segredos é não acreditar que a empresa vai definir o seu plano de carreira, mas trabalhar junto com ela para bolar o que é melhor para você.


Colocar esse conceito na prática, colher resultados (como ser promovido) e reconhecimentos dos gestores não é tão simples e exige algumas mudanças de atitudes e de estratégias. Confira uma lista essencial do que você precisa.



1. Seja pontual

Pontualidade em empresas com controle de ponto é fundamental, mas não para ter um registro no computador, e sim para que os gestores percebam sua regularidade e saibam que podem confiar em você para acompanhar e participar de projetos relevantes.


Já outras empresas têm adotado o horário flexível, considerando que cada um de seus funcionários tem um estilo de trabalho e, por consequência, performance diferente.


Mas isso não significa que você pode chegar cada dia em um horário, ou fazer uma carga horária menor do que a previamente acertada. Por isso, combine sua jornada de trabalho e esteja sempre disponível para a empresa nesse intervalo.

2. Mostre proatividade

Proatividade não é o mesmo que cometer insubordinação ou não respeitar as etapas do processo, que isso fique claro! Mas existem várias atitudes que podem ser realizadas pelo profissional sem que ele tenha sido requisitado.


Percebeu uma recorrência de reclamação dos clientes em uma loja? Que tal fazer uma análise dos motivos e criar uma solução?


Alguns relatórios precisam ser fechados e dependem da equipe? Que tal se oferecer para dedicar um dia inteiro de trabalho na execução?


Mostrar proatividade significa querer encontrar soluções para problemas. Seguindo essa linha, todas as suas atitudes de proatividade só enriquecerão sua marca pessoal.

3. Tenha atenção ao dress code da empresa

O dress code (código de vestimenta) da empresa não é um mero detalhe e precisa ser seguido. É claro que você não precisa perder seu estilo pessoal, mas no geral, é importante manter uma sintonia com o mercado.


Empresas de tecnologia e startups geralmente são mais descontraídas. No entanto, escritórios de advocacia costumam ser mais formais, por conta dos outros órgãos e das entidades da Justiça que costumam frequentar.

4. Construa seu branding pessoal

Qual é a sua marca pessoal? Como deseja que seus gestores e seus colegas enxerguem você? Com essa projeção, é possível trabalhar seu branding pessoal, criar uma boa reputação e, principalmente, fazer com que ela se propague pela organização. Lembrando que esse desenvolvimento deve ser contínuo para o sucesso da carreira.

5. Seja cordial com todos

Respeito e cordialidade não são requisitos para nenhuma vaga no mercado de trabalho. Sabe o motivo? Porque são atitudes esperadas de qualquer pessoa, seja nas relações dentro da empresa, seja na sua vida pessoal.


E, acredite, elas são observadas e valorizadas. Um profissional educado e cordial no ambiente de trabalho gera empatia e facilita a execução das tarefas e dos processos em equipe.

50 visualizações0 comentário