"Decifra-me ou devoro-te": o enigma do networking

Três palavras-chave para ser visível corporativamente: autoconhecimento, relacionamento, posicionamento.

O grande desafio da Esfinge de Tebas trazia duas consequências:


"Decifra-me ou devoro-te!".


O desafio era "Que criatura tem quatro pés pela manhã, dois ao meio-dia e três à tarde?".


A Esfinge era mistificada como uma criatura traiçoeira e impiedosa, achar a resposta errada para seu enigma trazia consequências terríveis e irreversíveis.


Pensar no networking vislumbrando a figura da esfinge nos remete a reflexões importantes sobre vida profissional.


Enigmas desta esfinge contemporânea:


Quantos contatos você tem? Quantos conhecidos ao longo de sua história você tem o contato? Será que essas quantidades definem sua networking?

Decifra-me ou devoro-te a carreira!


Não qualificar essas informações nos leva a cometer 2 erros graves na busca de recolocação ou reposicionamento na vida profissional.


Erro número 1: ter muitos contatos e considerar esse ser um indicador de um networking forte, decisivo e removedor de todas as pedras do caminho.


Erro número 2: não considerar os contatos e conhecidos como uma fonte rica para potencializar os resultados do networking.


Networking não funciona se decidirmos nos relacionar com alguém apenas quando precisamos dessa pessoa.


"Networking não é uma atividade ou uma tarefa... mas um modo de vida."

Alexandre Caldini Neto

Seguindo essa linha conceitual, encontraremos 2 caminhos para não cometer erros fatais que criem a crença de não sabermos fazer ou não termos um bom networking.


Reposicionar o entendimento sobre essa postura será de enorme valor ao buscarmos uma recolocação ou reposicionamento profissional.


Construa esses 2 caminhos a partir de algumas tarefas simples, sua agenda de contatos e conhecidos é sua fonte principal.


1) classifique entre seus contatos aqueles que efetivamente possuem o potencial de agregar um valor diferenciado em seu movimento profissional. Certamente você conhece muita gente, mas quantos tem esse potencial?


2) não ignore o valor embutido no retomar das conexões com os identificados com esse potencial, tempo e distância não podem ser barreiras, se existirem, derrube-as. Sua ação sendo ética, vacilar no agir efetivamente para retomar as conexões é decididamente um desperdício impiedoso com seu futuro.


"As oportunidades multiplicam-se à medida que são agarradas."


Sun Tzu


Sugestão: crie em sua agenda de contatos um subgrupo com a identificação "networking", mantenha sempre atualizadíssimas as informações e ...


#ficadica: jamais ignore uma chamada ou recado vindo do grupo, pode estar aí a sua grande oportunidade.


Fonte:

https://administradores.com.br/artigos/decifra-me-ou-devoro-te-o-enigma-do-networking

40 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo