Evolua! Seu crescimento começa quando a Zona de Conforto termina





Encarar desafios faz parte da evolução de qualquer sociedade.

Imagine se ninguém nunca tivesse criado um alfabeto para nos comunicar?

Talvez, a língua e a comunicação tivessem levado muito mais tempo para ser desenvolvida.

Ter as mesmas atitudes e esperar resultados diferentes é algo equivocado e que não agrega valor nenhum a seu trabalho e nem a sua personalidade.


Quem sai da zona de conforto não tem medo de se arriscar e, muitas vezes, se surpreende com aquilo que alcança. É claro que cada pessoa se adapta de forma diferente em uma mesma situação, porém, o simples fato de se arriscar já proporciona mais conhecimento.


Ninguém nasce com as características de um bom líder. Por outro lado, qualquer um pode conseguir ter uma boa oratória e confiança para liderar uma equipe. Mas, para isso, é necessário forçar seus limites para adquirir essa nova habilidade.


A responsabilidade de sair da zona de conforto é apenas sua. Por isso, é essencial conhecer suas capacidades e saber aonde você deseja chegar.


Como saber se você está na zona de conforto?


A Zona de conforto é um “lugar” onde quem deseja crescer, evoluir, aprender e se desenvolver não deveria permanecer por muito tempo. Pois, estando lá você vai permanecer exatamente onde você está hoje. Ela é a pior vilã na concretização de um sonho! Aqui você para de progredir porque foca no que já sabe e aprendeu. Não ousa sonhar mais alto!


Nesta zona nós evitamos as coisas. Quando permanecemos muito tempo nela o ato de evitar as coisas pode se tornar um modo de vida, cuidado! Sabe o que vai acontecer? Você vai saber o que quer, mas vai precisar ser incentivado a fazer aquilo que é melhor a você. Como saber se você se encontra nessa situação?


Bom, existem alguns sinais que servem de alerta e podem ajudar você a identificar que precisa de tomar alguns riscos e experimentar coisas novas.


  • Sua carreira não progride: Se você nunca consegue a tão sonhada promoção ou um emprego melhor, pode ser um sinal de que você está um pouco acomodado. Talvez você não sinta ou não veja a necessidade de investir em seu aprimoramento profissional, com a realização de cursos.


  • Você não acorda feliz: Se acordar de manhã para trabalhar já não é mais algo agradável, esse é um sinal de que você vive na zona de conforto. Se a sua área ou o seu emprego não te satisfazem mais, mudar de carreira ou empresa pode ser uma solução sobre a qual você nem ao menos pensou.


  • Você não se lembra da última vez em que fez algo novo: Quando não nos sentimos desafiados ou quando fazemos as mesmas coisas por muito tempo, é normal nos acomodarmos. Se você já não se lembra mais quando enfrentou uma situação desafiadora pela última vez, é um sinal de que precisa sair da zona de conforto e respirar novos ares.


  • Você procrastina com frequência: Quando não estamos satisfeitos com uma situação ou não nos sentimos desafiados, é bastante comum começar a deixar tudo para depois e não agir. A procrastinação e a falta de ação também é um sinal de alerta de que você se acomodou em sua situação atual.


  • Você tem medo de mudar: Por fim, um dos maiores sinais de que você está na zona de conforto é o medo de mudar, mesmo quando isso é necessário. Se simplesmente pensar em mudanças, radicais ou não, te apavora, talvez seja a hora de reconhecer que você está na zona de conforto.


Como sair da zona de conforto?


Sair da zona de conforto exige muito mais preparação psicológica do que técnica.

Confira, a seguir, algumas dicas que podem te ajudar.


1. Descubra seu potencial


Antes de tomar qualquer atitude, é necessário fazer uma análise profunda sobre todos os pontos de sua vida.


Responder as seguintes perguntas pode ajudá-lo a se orientar melhor:

  • Estou satisfeito com minha condição atual?

  • Como me posiciono em meu emprego? E com minha família?

  • Quais sonhos deixei de lado ao longo de minha vida? Por que fiz isso?

  • Quais são meus hobbies?

  • Quais habilidades eu já desenvolvi até hoje?

  • O que atrapalha meu desempenho?

A lista pode variar de acordo com o perfil de cada pessoa. Porém, responder essas perguntas com sinceridade é o primeiro passo para sair de sua zona de conforto.


Além do mais, as respostas que você encontrar hoje serão diferentes daquelas que você encontrará caso faça essa mesma análise no futuro. Isso acontece porque desenvolvemos diferentes habilidades de acordo com os esforços que realizamos em nossas vidas. Por isso, esteja preparado para constantes mudanças em sua jornada.


2. Seja flexível


A flexibilidade é uma característica essencial de uma pessoa que conhece a si mesmo e está pronta para lidar com situações inesperadas. Geralmente, não temos controle sobre as pessoas que estão a nossa volta, já que elas são livres para agir e pensar da maneira que querem.


Então, não seja tão radical. Tente se adaptar aos cenários que surgirem e, mais do que isso, tente aprender com as novas situações impostas.


3. Estude mais sobre diversos assuntos


Desde os tempos escolares, somos acostumados a estudar apenas aquilo que gostamos. Algumas pessoas preferem as ciências exatas, outras optam pela área de humanas. Esse pensamento limita um pouco sua criatividade, apesar de ser bastante difundido.


Invista em conhecimentos que podem agregar valor a sua vida profissional, mas não se esqueça de desempenhar também atividades que sejam de seu interesse pessoal. Pelos dois caminhos, você conseguirá ser um indivíduo mais completo e realizado.


4. Procure eliminar seus medos e receios


Sentir medo é algo natural e serve para protegê-lo do perigo. Entretanto, o medo em excesso é prejudicial para seu desenvolvimento pessoal, pois atrapalha os relacionamentos e a realização de novas experiências em sua rotina.


Curar-se do medo é algo mais simples do que muitos imaginam. Para isso, basta enfrentar aquilo que provoca essa sensação.


Uma situação que atrapalha o desempenho de vários profissionais é a dificuldade em falar em público, e essa característica é uma premissa fundamental para o sucesso em qualquer área. Desse modo, faça de tudo para adicioná-la a seu currículo.


A internet é uma tecnologia que pode ajudar nesse processo pois aproxima as pessoas e permite a troca de informações a qualquer hora e lugar.



5. Faça atividades que desenvolvam sua criatividade


Muitos se enganam ao acreditar que apenas os publicitários, artistas e músicos precisam ser criativos.


Você precisa ser criativo para escolher um programa legal para o final de semana, por exemplo. E não poderia ser diferente para sair da zona de conforto.


Essa é uma habilidade que requer treinamento constante. Por isso, realize atividades artísticas, brinque com sobrinhos e filhos e corra mais riscos. Além disso, questione mais sua rotina e as atividades que você desempenha diariamente.


Será que existe uma forma mais criativa de fazer uma apresentação no trabalho?

Você só saberá isso se questionar.


6. Tenha um bom networking


Conhecer pessoas novas é uma ótima maneira para sair da zona de conforto. Uma simples conversa na hora do café pode render uma amizade ou até mesmo uma parceria para futuros negócios. Por isso, não tenha medo de participar de eventos, adicionar novos contatos e conhecer outras realidades e opiniões.


Nessas horas, você pode se espelhar em profissionais que passaram por várias experiências e pensam fora da caixa. Esses perfis estão sempre dispostos a ajudar quem quer sair da zona de conforto, e isso pode ser uma oportunidade e tanto de agregar novos conhecimentos.


7. Compartilhe sua opinião e aceite feedbacks


Se você não tem o costume de expor sua opinião e expressar seus sentimentos, está na hora de rever seus conceitos. Essas atividades, apesar de serem simples, são fundamentais para sair da zona de conforto pois demandam coragem, principalmente, quando fazemos uma crítica a um chefe.


Esteja preparado também para escutar o que os outros têm a dizer sobre você e analise tudo o que foi dito sempre pensando em como você pode melhorar.

Uma solução para um problema que tira suas noites de sono pode surgir em uma conversa de bar com amigos e colegas.

46 visualizações0 comentário